Eufônio

Mais informações

Descrição

Instrumento feito de metal com cinco válvulas, sendo que duas delas se posicionam na lateral do instrumento. Possui um bocal profundo. O instrumento é afinado em Si bemol e sua extensão vai do fá0 ao sib3. O som é extraído da vibração dos lábios do instrumentista que é transferida para o instrumento através de um bocal específico também de metal. Depois do bocal a corrente de ar passa pelo tubo do instrumento e é projetado pela campana. O exemplar do museu não possui bocal.

Para saber mais

Instrumento de sopro da família dos metais com estrutura ampla e som aveludado, é uma tuba tenor. O instrumento foi inventado por Sommer de Weimar por volta de 1843 com o nome de "euphonion”. Seu nome tem raízes no grego "euphonos" que quer dizer "voz doce". O eufônio tem papel valioso nas orquestras e bandas tanto exercendo a função de baixo quanto a função de tenor, cobrindo aproximadamente a mesma extensão que o violoncelo e o ophicleide. A entrada do eufônio na orquestra aconteceu quase por acidente, na estréia do poema sinfônico "A Vida de um herói" de Richard Strauss. O regente decidiu substituir a tuba wagneriana, instrumento que estava previsto na composição, pelo eufônio, e este fez grande sucesso, sendo utilizado ocasionalmente em outras peças orquestrais. Nas bandas, o eufônio logo se tornou o mais importante instrumento de metal grave, onde tem importante função melódica.

Dados gerais [classificação e nomes adicionais]

423.231 Trombeta com válvulas

Bombardino (Fonte: BASE MINERVA, 2014)

Dados do exemplar [este item em específico]

mvim_dc_ae_0042

Não determinada

C= 64cm L= 26,5cm A (campana)= 25,1 cm

Inscrição de origem: "LEFEVRE A. PARIS BREVETÉ". Inscrição posterior: "Instituto Nacional de Música do Rio de Janeiro"

Não determinada

MIDC/EM/UFRJ Aerofones 423.2 I1 Prat. 26

Bibliografia

ALMEIDA, 1994.
BETHENCOURT; BORDAS; CANO; CARVAJAL; SOUZA; DIAS; LUENGO; PALACIUS; PIQUER, ROCHA, RODRIGUEZ; RUBIALES; RUIZ, 2012.
BERKLEY, 2009.
BRANDÃO, 2013.
GROVE MUSIC ONLINE, 2014.
MUSEU DA MÚSICA PORTUGAL, 2014.
ROLLA, 1974.
SOARES, 1990.
YOUTUBE, 2014.